quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

INDIGNAÇÃO


Na interpretação de Rolando Boldrin, os versos de Cleide Canton que introduzem a estrofe final de Rui Barbosa: um grito de lamento pela corrupção que assola nosso país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do blog.